quarta-feira, maio 06, 2009

A demolição do Parque Aquático Julio Delamare

Na semana passada, enquanto aguardava o término da aula de natação de meu filho – no Parque Aquático Julio Delamare [no detalhe], bem ao lado do Estádio do Maracanã –, um texto no quadro de avisos chamou a minha atenção.

Assinado por uma profissional por quem sempre tive enorme respeito, Cora Rónai, editora do Segundo Caderno d'O Globo, o (ótimo) artigo fala sobre as perspectivas nada animadoras – eu diria sombrias – para o complexo. Você pode lê-lo, na íntegra, no blog da Cora, clicando aqui.

Bem, essa é a questão: o Estádio de Atletismo Célio de Barros e o Parque Aquático Júlio Delamare serão demolidos, para a construção de um estacionamento, visando a Copa do Mundo de 2014. E o que você, que está lendo esse post, tem a ver com isso?

É simples: a verba utilzada na reconstrução do PAJD para os Jogos Pan-Americanos de 2007 – algo em torno de dez milhões de reais, segundo dados oficiais – é dinheiro público. Portanto, também é seu.

E mais: o Parque Aquático possui cerca de 5.500 alunos, entre natação e hidroginástica. E não apenas para “fins recreativos”: através dessas atividades, muitas dessas pessoas (em sua maioria, idosos) recuperam-se de acidentes e doenças graves - algumas degenerativas, inclusive. Além disso, crianças se desenvolvem e formam a sua auto estima.

Quer ajudar de alguma forma? Assine também o abaixo-assinado que se encontra no Ministério Público do Rio de Janeiro. E faça a sua denúncia através do telefone 127 – o que irá gerar uma ação coletiva. Até o dia 22 desse mês, o tal “Projeto PPP” encontra-se em fase de consulta pública.

Caso tenha interesse em obter informações mais aprofundadas acerca desse tema – tais como cópia do edital* de “revitalização do Maracanã”, etc. – posso enviar. Basta deixar um comentário informando o seu e-mail.

Acredite: muita gente agradecerá o seu apoio. Não apenas eu.



* O edital afirma, de forma leviana, que ambos os complexos “apresentam altos níveis de ociosidade” porque “não apresentam padrões técnicos adequados que lhes permitam servir a eventos esportivos oficiais”. Vergonhoso...

6 comentários:

Fátima Moraes disse...

Vamos defender esse projeto público de sucesso
Todos os alunos e atletas do Parque Aquático Júlio Delamare e Célio do Barros juntos contra a demolição!
Manifestação
Todos os sábados de 8:00 às 11:00 hs
Maracanã - Portão 18

Anezia disse...

Convido a todos os alunos e atletas para participar do Manifesto em defesa do Parque Júlio Delamare e a Pista de atletismo Célio de Barros.
todos os sábados enfrento o Portão 18 do Maracanã.
Anézia Miguêz

Felix Averbug disse...

No sábado dia 16 de maio estive junto com os manifestantes apoiando a não demolição do Parque Aquático Júlio Delamare e Célio do Barros e a maneira que encontrei foi fotografar toda a manifestação. Sou fotógrafo "free lancer" e no meu site algumas fotos do protesto.

Anônimo disse...

Quanto mais pessoas se mobilizarem, mais chances temos de impedir este absurdo que é destruir algo que está pronto, tem qualidade e cumpre uma função social além da esportiva.

Fábio Mayer disse...

É bom que os cariocas se mobilizem, no sentido de construir o tal estacionamento no lugar onde querem construir o novo centro aquático.

Isso é óbvio. Com o histórico do Pan-2007, são capazes de demolir o parque aquático e não construir outro, e mesmo assim estourarem o orçamento de tudo várias vezes.

Daí, o Rio ficará sem um Júlio Dellamare...

Anônimo disse...

Atualmente o abaixo-assinado conta com 4.000 assinaturas e já foi encaminhado para o Ministério Público o pedido contra demolição do Parque Aquático júlio Delamare.

Este, pelo grande número de denúncias, abriu um espaço único de número é 11.979 onde podem ser feitas a juntada de assinaturas, reivindicações, denúncias, etc.

Está na sexta CAO das Promotorias de Justiça de Defesa da Cidadania, do Consumidor e Proteção ao Meio Ambiente e Patrimônio Cultural.
Tel: 2262-1166.