sexta-feira, março 12, 2010

Campeonato Brasileiro de 1987: entenda o caso

Em 1987, devido a problemas financeiros e administrativos, a CBF anunciou publicamente que não tinha condições de realizar o campeonato brasileiro daquele ano.

Sendo assim, o Clube dos Treze, formado pelos maiores clubes do país, decidiu fazer, por conta própria, o campeonato nacional daquele ano, com o aval da CBF – o que evitaria sanções da parte da FIFA.

O resultado foi a Copa União, um retumbante sucesso: somente jogos entre grandes equipes, todos com “casa cheia”.

Com a competição em andamento, a CBF – observando o êxito da empreitada – decidiu “meter a colher”, criando novas regras: os dois primeiros colocados do chamado Módulo Verde (equivalente à primeira divisão) disputariam o título nacional com os vencedores do Módulo Amarelo (que correspondia à segunda divisão).

Na reunião que tratou dessa questão, o Clube dos Treze foi representado por um certo presidente do Vasco – cujo nome recuso-me a pronunciar –, que... concordou com este disparate (!).

No entanto, Flamengo e Internacional (RS) – campeão e vice da Copa União [no detalhe, Zico erguendo a taça] – recusaram-se a jogar com os dois clubes do Módulo Amarelo. E foram derrotados por W.O.

Sendo assim, Sport Recife e Guarani (SP) foram considerados, respectivamente, campeão e vice de 1987.


***


Em dezembro do ano passado, durante a festa do Brasileirão, o meia Hernanes, do São Paulo, deu a sua... er, “relevante” opinião sobre o assunto:

– Para mim, o Flamengo é penta. Hexa, só o São Paulo.

No mesmo evento, Roberto Dinamite – que será sempre lembrado como o dirigente que estava no poder quando o Vasco foi rebaixado – fez coro:

– O que vale é o que a CBF diz.

Fica a dúvida: será que os dois profissionais citados acima apreciaram que seus clubes disputassem o título nacional contra um clube da segunda divisão? Aliás, qual torcedor – seja de que clube – concordaria com um descalabro desses?

Cartas para a redação.

Um comentário:

JUNIOR disse...

ESSA CONFUSÃO É ANTIGA E NUNA SE CHEGOU A UM CONSENSO...SEM QUERER COLOCAR MAIS LENHA NESSA FOGUEIRA, ACHO QUE TUDO PASSA PELO SPORT RECIFE, QUEÉ UM CLUBE DO NORDESTE. TALVEZ SE FOSSE UM LUBE DO PR,RS OU DO INTERIOR DE SÃO PAULO A COISA JA TIVESSE TIDO UM DESFECHO. DE QUALQUER FORMA, EU PARTICULAMENTE NUNCA CONCORDEI COM ESSA FÓRMULA. E OUTRA, SOU PALMEIRENSE E NAO TENHO NADA A VER COM ESSA BRIGA.